TEKTÓNICA 2017 COM FORTE APOSTA NAS CONFERÊNCIAS LIGADAS AO SECTOR

De 3 a 6 de Maio, a FIL recebe a 19ª edição da Tektónica, já com 400 expositores confirmados, que ocupará o pavilhão 1 e 2, o pavilhão Multiusos e, ainda, o PT Meeting Center. São várias as empresas de renome do sector que darão vida às actividades da Tektónica 2017, tais como ANFAJE, Caleidoscópio, ARGEX, GYPTEC, MAPEI, APESF, AMPERE ENERGY PORTUGAL, APCMC, EFRIARC, APISOLAR, APEMETA, APICER, CENFIC, ISCTE, entre outras. Segundo a organização, o evento oferece aos profissionais a oportunidade de conhecer em profundidade o mercado português e os seus produtos, assim como aceder a uma ampla oferta de marcas que aproveitam esta oportunidade para apresentarem as suas novidades no mercado português. Durante os 4 dias do certame, realizar-se-ão um conjunto de actividades como conferências, workshops, demonstrações, encontros empresariais, entre outras. Este ano, o País convidado será a Colômbia, mercado seguro para investimento e um dos países da América Latina com maior taxa de crescimento e significativo aumento de consumo e poder de compra. O programa variado intensificará a experiência de todos os visitantes que queiram alargar o seu conhecimento dos sectores em exposição e dos profissionais que procuram o networking com grandes marcas. A feira líder de Construção em Portugal visa apoiar as empresas, promovendo a Internacionalização do sector da Construção e explorando as oportunidades no mercado nacional. A Tektónica, é uma feira organizada pela Fundação AIP e, tem como base o factor congregador do mercado, participando activamente em acções que unam o sector através de alguns dos seus agentes principais, tal como as ordens dos Arquitectos e ordem dos Engenheiros ou a CPCI Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário. A capacidade de reunir estes drives de competências fará dos projectos de construção elaborados e executados por massa critica portuguesa mais competitivos e mais próximos das necessidades dos cidadãos, das cidades, dos países.

OE DEBATE IMPACTO DAS INFRA-ESTRUTURAS NO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

A Especialização em Engenharia e Gestão Industrial da Ordem dos Engenheiros (OE), vai realizar, no próximo dia 9 de Maio, no auditório da Sede Nacional, em Lisboa, uma conferência dedicada ao tema “As infra-estruturas como instrumento de desenvolvimento económico do país”. Segundo a nota publicada pela OE, serão abordados, na conferência, os aspectos relacionados com a estratégia e o financiamento dos futuros investimentos nas infra-estruturas rodoviárias, ferroviárias e portuárias a nível nacional, que a associação considera “instrumentos essenciais para o desenvolvimento económico de um país”. Neste contexto, a OE destaca que, “para além de pequenos ajustamentos no sistema rodoviário e portuário português, o grande desafio dos próximos anos situar-se-á no domínio ferroviário”. O tema fulcral da conferência consistirá na forma “como estão programados os investimentos nestas infra-estruturas para o desenvolvimento e como vão ser financiadas”. A condução da mesma está entregue a António Laranjo, presidente da IP – Infraestruturas de Portugal, e Francisco Cary, administrador da Caixa Geral de Depósitos.